E a primavera chegou. Flores estão abrindo, pássaros cantam mais alegres, e árvores que estavam dormentes agora estão cheias de vida. Como os dias mais quentes e mais próximos do verão, os remetentes de e-mail sazonais estremecem, preparando-se para outra agitada temporada.

Quer se trate de férias de inverno, de volta às aulas, ou o início do verão, seus e-mails precisam ser entregues quando seus clientes mais se interessam em você. Sabemos que padrões sazonais de envio são um modelo necessário para alguns negócios, mas eles são arriscados. Não apenas porque as marcas precisam restabelecer contato com seus clientes e provar o seu valor novamente, mas porque elas precisam fazer isso também com os provedores de e-mail.

Abaixo estão algumas dicas que os remetentes de e-mail sazonais devem ter em mente sempre que sua próxima temporada de agito se aproxima.

1. Faça uma boa limpeza em sua lista

Os remetentes sazonais que não entram em contato com sua lista completa por alguns meses, muitas vezes notam um número maior de devoluções nos primeiros envios da temporada. A má higiene da lista pode acender o sinal vermelho e contribuir para baixas taxas de entrega. A fim de evitar uma catástrofe de entrega que pode danificar o seu desempenho, faça o seguinte:

  • Considere passar toda sua lista de contatos através de um serviço de validação, como o BriteVerify ou FreshAddress para remover registros problemáticos antes de fazer seu primeiro grande envio da temporada.
  • Certifique-se que removeu todos os hard bounces.
  • Revise sua política de tratamento de soft bounce. Alguns deles, como “caixa cheia”, são indicativos de que a conta pode ter sido abandonada pelo dono.

2. Cuidado com inatividade e com Armadilhas de Spam

Quando partes da lista permanecem inativas durante o período de baixa temporada, alguns e-mails da sua lista podem ter sido abandonados. No início, esses e-mails são convertidos em usuários desconhecidos… mas em seguida, os provedores de e-mail podem transformá-los em spam traps, ou armadilhas de spam. Se você envia uma campanha para sua lista, e começarem a aparecer hard bounces de usuários desconhecidos (não importa se for na baixa ou alta temporada), não perca a oportunidade: remova imediatamente estes contatos de sua lista. Porque, se mais tarde eles forem convertidos em armadilhas de spam, você não vai mais receber o hard bounce, e vai começar a manchar sua reputação.

Para evitar problemas com spam traps, estabeleça um limite de inatividade para todos os seus contatos, e remova-os de suas listas se eles não abrirem ou clicarem em seus e-mails nos últimos dois anos.

3. Considere enviar e-mails com mais frequência

Alguns remetentes puramente sazonais (como pousadas, resorts, lojas especializadas e parques temáticos) enviam praticamente nenhuma campanha durante a baixa temporada. Embora isso possa reduzir a sobrecarga de trabalho, também pode afetar negativamente as entregas durante a alta temporada, e por consequência a visibilidade da sua marca. Os assinantes não vão abrir ou clicar em e-mails se eles não tem o costume de receber e-mails de sua marca. Além do mais, um padrão regular de envios age como um processo natural de higiene em suas listas, permitindo que os remetentes removam hard bounces assim que eles acontecem.

Mesmo que as campanhas durante a baixa temporada não tenham boas taxas de conversão, elas vão ajudar a deixar sua marca na mente dos seus clientes, e vai mostrar alguma movimentação de envio em seus endereços IP. Pense em conteúdo editorial, algo que poderá ser “lançado em breve”, ou algum outro conteúdo social que possa manter uma regularidade nos seus envios, mesmo durante a baixa temporada.

4. Implemente aumento gradual no volume de envios

Provedores de e-mail estão sempre à procura de práticas de envio que se destacam como spam. Um movimento clássico de spammers é enviar picos de grande volume de forma inesperada. Mesmo empresas de renome podem ver suas campanhas sendo colocadas na pasta de spam se os padrões de envio parecerem suspeitos. Enquanto você entra na sua alta temporada, as práticas a seguir podem ajudar a manter seu conteúdo na caixa de entrada em vez de na pasta de spam:

  • Evite aumentos que sejam maiores que o dobro dos últimos envios.
  • Mantenha o aumento gradual por várias campanhas antes de duplicar o volume novamente.
  • Evite picos repentinos de volume depois de períodos prolongados sem nenhum envio.

5. Conheça sua reputação

Os provedores de e-mail confiam em sua reputação de envio para determinar se os seus padrões de correspondência e as reações dos seus contatos parecem respeitáveis. Por isso é importante você obter insights sobre como você é visto por provedores de e-mail antes de começar a alta temporada. Isso vai permitir que você faça ajustes antes de seu período de envio mais crítico.

Se você enviar quantidades muito pequenas de campanhas durante o período de baixa temporada, você vai ter menos dados para analisar. Neste caso, avaliar o desempenho e os indicadores de suas campanhas anteriores pode ser a melhor opção.

À medida que seus envios aumentam, acompanhe seu desempenho e fique de olho na reputação do seu domínio e dos seus IPs. Você pode fazer parceria com um provedor de serviços como a Return Path, ou usar algumas ferramentas gratuitas que, embora limitadas, são bem úteis. Se a capacidade de entrega começar a desandar, aja rapidamente! Assim que suas mensagens começarem a aparecer na pasta de spam, isso pode se tornar uma situação desafiadora para remediar - e que pode levar meses para ser resolvida completamente.

6. IP dedicado ou compartilhado: o dilema do remetente sazonal

Ao aconselhar os clientes sobre como melhorar o desempenho de seu programa, nós normalmente dizemos que eles evitem os endereços IP novos ou compartilhados. Isto permite que as marcas controlem sua reputação e resolvam facilmente os fatores que contribuem para o declínio das taxas de entrega de seus e-mails.

Mas, uma exceção que geralmente fazemos refere-se a campanhas sazonais. Como observado anteriormente, flutuações drásticas no volume podem acionar filtros de spam mais agressivos, especialmente quando combinado com altas taxas de rejeição e/ou reclamações. Se suas campanhas são verdadeiramente sazonais e você evita enviar durante o período de baixa temporada, usar um endereço IP compartilhado pode ser sua melhor aposta.

Como podemos te ajudar?

O marketing por e-mail é uma ferramenta poderosa e que tem o grande potencial de aproximar sua empresa de seus potenciais clientes. E nós do Mailtop acreditamos que é essencial fazer isso da maneira correta, sem desperdiçar seu orçamento.

Precisa de ajuda com suas campanhas? Estamos em fase de desenvolvimento, mas queremos muto saber como podemos ajudar.

Este post apareceu originalmente no Target Marketing.

Foto de capa de Ryan Jacques no Unsplash.