Hoje, o Yahoo emitiu um comunicado em seu blog informando que está implementando, a partir desta semana, servidores de proxy de imagem que vão afetar as métricas de abertura de e-mails, além de outros dados de engajamento. Como você pode se lembrar, o Gmail fez algo semelhante em dezembro de 2013, então isso não é exatamente algo novo.

Os servidores de proxy de imagem armazenam cópias de imagens em servidores proxy para reutilização. Então, na segunda vez que um usuário solicita as imagens, ou neste caso abrem um e-mail para exibir as imagens, elas são retiradas de uma cópia local armazenada no provedor de caixa de correio, e não de servidores remotos. O objetivo disso, segundo o blog do Yahoo, é o mesmo do Gmail: armazenamento em cache de imagens para melhorar a velocidade de downloads e proteger usuários finais de malware.

Os clientes do Mailtop perceberão as seguintes mudanças nos relatórios e dashboards, assim que o Yahoo implementar completamente esta atualização:

Taxas de aberturas

Os clientes do Mailtop agora verão apenas uma única abertura para os contatos do Yahoo. As aberturas subsequentes puxarão a imagem de rastreamento do cache e, portanto, não serão mostradas múltiplas aberturas para um contato.

Localização geográfica

Os dados de localização geográfica apenas exibirão os servidores proxy do Yahoo. Então, a maior parte das aberturas dos seus contatos do Yahoo aparecerão em Mountain View, CA.

Informação sobre dispositivos

Embora ainda possamos determinar se alguém abriu um e-mail do Yahoo, a string do agente do usuário (que nos ajuda a determinar o tipo de dispositivo exato em que alguém abriu um e-mail) não será mais transmitida pelo Yahoo. Em vez disso, todas as aberturas do Yahoo agora aparecerão na categoria webmail.

Uma exceção

Essas alterações só devem afetar os e-mails abertos na interface do Yahoo Messenger ou no Yahoo Mail. Os e-mails que forem abertos em outros clientes - como o iOS Mail, por exemplo - não terão essas limitações.

Foto de capa de Carlos Muza no Unsplash.